segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Regras na natação

As pessoas querem regras para nadar bem, mas estas regras deixam-nas presas para nadar. É preciso estar livre de movimentos pré estabelecidos e esta liberdade se consegue quando compreendemos que nadar bem nada mais é que nadar de forma natural e que a forma natural de nadar parte de dois principios: Relaxar e alongar.
Regras foram feitas para impor conceitos por quem e para quem não compreende a natureza dos nados. Quem conhece a natureza não precisa de regras. Seguir a natureza nos torna parte da água. As regras são artifícios que nos afastam dela. O ser humano quer dominar a natureza,
enquanto deveria apenas querer compreende-la e nadar em harmonia com a água.
Muitos são conhecedores de regras, mas não conhecem a natureza.
Vivem na superficialidade achando que são profundos conhecedores.
Poucos compreendem a natureza e ensinam através dela, sem regras.
Para fazer a coisa certa não é necessário regras, apenas consciência e vivência do que é natural.
Seguir regras é tentar fazer a coisa certa de forma artificial, por mais que se dedique sempre estará faltando algo. Devemos procurar ir além das regras e encontrar a natureza das coisas. Para quem conhece a natureza a única regra que deve existir é a regra de não seguir regras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores