quarta-feira, 23 de julho de 2014

Ação perfeita

Existe a ideia da "ação perfeita", esta ideia diz que tudo que fazemos podemos encontrar a ação perfeita para sua execução.
A "ação perfeita" é fazer algo onde a nossa ação está em perfeita harmonia com o objeto da ação, ou seja, nos sentimos um só com o objeto, como se ele fosse parte de nós ou nós dele, a força para a execução da ação desaparece, ritmo e coordenação estão na mais perfeita ordem.
Encontrando a "ação perfeita" na água conseguiremos nadar muito e sem esforço.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

A alquimia da natação



Os alquimistas buscam transformar “chumbo em ouro”, ou seja,
transformar algo inferior em algo superior. A natação não deixa de ser uma alquimia pois, temos que transformar nosso corpo denso e pesado, duro e tenso em um corpo cada vez mais relaxado, leve e flexível para que nossa natação seja cada vez melhor. Afinal, é relaxando que flutuamos e nos movimentamos com naturalidade. Mas esta transformação só ocorre quando, primeiro, passamos por uma mudança interior pois toda mudança externa é apenas reflexo das internas. A verdadeira alquimia está no autoconhecimento, na busca da transformação do ser em um ser humano cada vez melhor, e neste caso a natação é nosso laboratório, nossa ferramenta para este fim maior.

Natação e Música


Uma boa música nos dá prazer durante e depois de ouvi-lá. Uma boa natação também nos dá prazer durante e depois de nadar, se isso não  acontece é porque nosso nado ainda não está em harmonia com a água, é como uma música desafinada ou notas musicais desarranjadas. Por isso nadar é como estar ouvindo música, se a música é boa temos prazer em ficar ouvindo,mas se é ruim, incomoda e queremos que acabe logo. Quando nadamos bem temos prazer em estar ali, nadando, mas, quando nadamos mal, nadar é um sacrifício e queremos, também, que acabe logo.

Seguidores